A ditadura da Beleza e as Crianças | Portal Salão Brasil

A ditadura da Beleza e as Crianças


25/12/2016 | Postado em Colunas

A ditadura da Beleza e o Espelho das Crianças

Um dos principais problemas da Ditadura da Beleza é que ela não nos permite sermos nós mesmos.

Por culpa dela, vivemos em busca de um padrão de “beleza ideal” que nos é imposto, e não somos capazes de enxergar a beleza real que já está em nós. As revistas e as fotos de moda é que acabam sendo nossos espelhos e, por não nos reconhecermos ali, muitas vezes ficamos frustrados, tristes, deprimidos…

Tudo isso acaba refletindo não só em nós mesmos, como também nas crianças a nossa volta. A mensagem que estamos passando é de que precisamos sempre imitar alguém. O belo está sempre no próximo e nunca em nós mesmos.

Para comprovar isso é só olhar algumas fotos de crianças que não estão vestidas e agindo como crianças: elas são miniaturas de adultos.

Roupas de adulto, acessórios de adulto, atitudes e poses de adulto. Muitas vezes, até sensualizando, mesmo sem nem entender por quê…

1

Fonte: Pinterest Mini Street Fashion (http://www.pinterest.com/szeman98/mini-street-fashion/)

2

Fonte: Pinterest Mini Street Fashion (http://www.pinterest.com/szeman98/mini-street-fashion/)

3

Fonte: Pinterest Mini Street Fashion

Não há nada de errado em querermos colocar roupas bonitas em nossos filhos, mas precisamos entender que eles são crianças e precisam vestir-se como tal. Assim como nós, adultos, precisamos nos vestir de acordo com nossa idade – sem deixar de lado nossa identidade e estilo próprios.

Muitos pais acabam reforçando todo o discurso de beleza padrão imposto pela indústria da moda e pela mídia, levando as meninas logo cedo ao salão para se submeterem a técnicas como alisamento de cabelo.

Qual a mensagem que você está passando para a criança? De que para ser bonita precisa ter cabelo liso, para ser bonita precisa vestir roupas iguais as da mamãe, que são iguais as da revista.

Nesse processo, a criança acaba se tornando uma adulta que não consegue enxergar sua verdadeira beleza. Ela odeia seu cabelo porque não é liso como o da propaganda de shampoo, odeia seu corpo, porque não tem a barriga de tanquinho da modelo da capa de revista, odeia ela mesma porque não consegue alcançar as expectativas da beleza padrão, expectativas essas que foram impostas desde cedo à ela.

Nós, adultos, somos espelhos para as crianças. Para que se tornem adultos que amam a si mesmos, que cuidam de si próprios com carinho, sabendo que são únicos e especiais, é preciso que vejam isso desde cedo em sua família.

Uma foto de uma criança com roupas de adulto, fazendo biquinhos e poses sensuais pode até parecer “fofa” a princípio. Mas por trás de imagens como essa há todo um contexto de não aceitação de si próprio, que vem dos adultos à sua volta.

A criança tem que gostar de ser criança, de brincar, de pular, de se sujar. Assim como você precisa aceitar você como você é, e aprender a destacar o que há de melhor, de único em você.

Silvana Lages

© 2017 Salão Brasil - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por M2R Digital