O envelhecimento da pele | Portal Salão Brasil

O envelhecimento da pele


25/07/2017 | Postado em Colunas

Como frear o envelhecimento da pele?

Comum a todas as pessoas, o envelhecimento da pele, com as medidas certas, pode ser combatido.

Esta é a pergunta que não quer calar e que põe em xeque muitos profissionais da área da Beleza e da Estética, pois, o processo de envelhecimento acontece naturalmente com o passar do tempo.

Durante este processo, a pele perde a tonicidade e o brilho, principalmente pela diminuição da produção de colágeno e elastina, além dos fatores externos que aceleram o envelhecimento como exposição indevida ao sol, fumo, estresse, obesidade, sedentarismo, álcool e poluição, que favorecem em muito o surgimento das rugas.

A melhor forma de tratar o envelhecimento cutâneo é a prevenção, já que a partir dos 30 anos, todos colhem os frutos da exposição solar que é cumulativa.

Enquanto se é jovem os danos à pele são sutis, mas, com o passar do tempo as alterações cutâneas surgem, a síntese do colágeno e elastina diminui, as defesas antioxidantes ficam frágeis, assim como a resistência imunológica.

O fotoenvelhecimento se manifesta através de manchas, rugas e asperezas, e, se os cuidados com os raios ultravioletas não forem adequados, a “evolução” é o câncer de pele, portanto, o uso diário do protetor solar é imprescindível.

Agenda do Envelhecimento:

30 Anos

A face fica flácida e ocorre a diminuição do colágeno e da elastina que sustentam a pele.

As pálpebras ficam mais flácidas e aparecem sulcos ao redor do nariz e da boca.

40 anos

A pele fica mais fina e menos espessa, sofrendo com os efeitos da menopausa, principalmente com a alteração hormonal. Surgem as rugas de expressão, vincos na testa e os pés de galinha.

50 anos

Fortes alterações hormonais deixam a pele mais desidratada e sem elasticidade. Caem os cantos dos lábios e a ponta do nariz. Sobra pele na face.

60 anos

Flacidez acentuada das pálpebras, pele mais fina e flácida, além das rugas mais profundas e evidentes.

Como controlar a ação do tempo?

Como não há idade certa para começar a cuidar da pele, já que desde que nascemos começamos a envelhecer, as Terapias Combinadas e a união de cremes e aparelhos com base em estudos científicos acendem as luzes no final do túnel e trazem a esperança, comprovando que há boas possibilidades de combater o envelhecimento nas camadas mais profundas da derme, melhorando a comunicação celular e a síntese de colágeno e elastina.

Princípios ativos como os fatores de crescimento e vitaminas A, B, C, D e E são antioxidantes e garantem a revitalização da pele, assim como uma boa hidratação.

A sugestão para esta época do ano são: Peelings, radiofrequência, dermaroller aliados a cremes com substâncias tensoras como DMAE e elastinol, além de produtos que promovem a renovação celular como o ácido glicólico e retinóico.

O uso da tecnologia, bons profissionais da área, hábitos de vida saudáveis como beber água, fazer atividade física, diminuir o sal e o açúcar, eliminar frituras, álcool, cigarro e café e adotar uma dieta rica com frutas, verduras, legumes, proteínas são itens que levam a um caminho sem volta: a longevidade com beleza, saúde e produtividade.

Mais informações:

Lorice Miguel é Fisioterapeuta Especialista em Dermato-Funcional

Tels: (11) 3079-0925 / (11) 3168-2592

www.loricestetic.com.br

© 2017 Salão Brasil - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por M2R Digital