É possível interromper o envelhecimento da pele? | Portal Salão Brasil

É possível interromper o envelhecimento da pele?


08/06/2014 | Postado em Colunas

É possível interromper o envelhecimento da pele?

Certa vez, há cerca de uns 10 anos, enquanto eu ministrava uma aula em um evento de farmacologia um dos participantes me fez duas perguntas que considerei demasiadamente importantes:

– É possível interromper o envelhecimento da pele? 
– Há chances de tornar nossa pele resistente ao envelhecimento?

Não me lembro bem qual foi a resposta dada, mas desde então aquelas perguntas se tornaram pontos importantes na condução da minha vida como médico atuante na medicina estética. Estava lançado um desafio, estudar as formas de envelhecimento para combatê-las da maneira mais severa possível.

Em minhas pesquisas e avaliações posso dizer que menosprezamos o envelhecimento. Não nos preocupamos com ele por alguns bons anos de nossa vida e isto pode ser um começo para o tal envelhecimento aparecer de forma lenta e sorrateira.

A certeza da manutenção do viço da pele no jovem e a cultura da beleza bronzeada faz com que nos primeiros anos de nossas vidas certo abuso prevaleça. Cuidados de menos, riscos de mais. Infelizmente os sinais do tempo não aparecem nesta época, passam a interferir invisivelmente no nosso corpo podendo provocar respostas num futuro inversamente proporcional ao quanto abusamos das radiações ultravioletas e da falta de cuidados com a boa higiene e hidratação da pele.

A genética pode ser parceira ou inimiga mortal. Algumas pessoas têm maior facilidade de degradar colágeno do que outras, ou seja, perdem qualidade e firmeza cutânea mais precocemente. Na derme, onde fica o colágeno, encontramos altas concentrações de água. Que também é perdida quando o colágeno se vai.

Os hábitos podem interferir de forma protetora ou ser o pé no acelerador a favor da degradação da nossa pele. Alimentação, hábitos, vícios, estresse, exposição a poluentes, sono de baixa qualidade, não preciso nem dizer que todos os órgãos do corpo sofrem quando há abuso e desequilíbrio relacionado aos fatores que acabamos de citar, a pele não é diferente.

Em virtude de tudo isto, a pergunta sobre a possibilidade de interromper completamente o envelhecimento cutâneo parece só ter uma resposta: não!

Realmente acredito que interromper, por completo, o envelhecimento da pele é algo muito difícil, mas a idéia de que podemos fazer algo para abreviar em muito os fatores que nos encaminham para rugas, flacidez, perda da hidratação e elasticidade é real e possível.

Para que isto ocorra de forma competente uma nova maneira de pensar e agir deve fazer parte de nossas vidas. Mudanças bruscas de hábitos, eliminação de vícios, e uma busca insana por saúde deverá compor a dinâmica de nossos dias. Cuidar da pele de fora para dentro, higienizando com produtos suaves, tonificando, hidratando e protegendo do sol da maneira correta. Utilizar antioxidantes, ingeri-los na alimentação, tomar suplementos alimentares, ter uma vida com melhor controle de ansiedades e estresse. Quando possível buscar a distância de ambientes poluídos para respirar o bom ar de montanhas ou do litoral.

Tratamentos, modernidades, preenchimentos, lasers, peelings, quando começarmos a agir de forma preventiva, estaremos minimizando a necessidade de todos estes procedimentos. Poderemos neste momento não interromper o envelhecimento da pele, mas certamente estaremos dando um grande passo para o desacelerarmos ao extremo.

 

Dr. Ademir Júnior – Tricologia (Medicina Capilar)
www.ademirjr.com.br – Tel (11) 3864-3967

© 2017 Salão Brasil - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por M2R Digital